Saúde

Homem de 61 anos morre a espera de UTI no Hospital Municipal Tabajara Ramos

Enquanto nossos governantes brincam de "Fraudemia", pessoas reais morrem a espera de socorro médico de verdade

O Jornal Gazeta Guaçuana divulgou nesta segunda (23) que Benedito Donizetti Bianchini, 61 anos morreu no último sábado (21) em Campinas, após esperar por mais de seis dias uma vaga em UTI da HM Tabajara Ramos.

A família informou ao jornal que Benedito teve um infarto no dia 16 e procurou o HM Tabajara Ramos, a informação é de que o HM só atende casos do vírus chinês covid-19, tendo 20 UTIs a disposição, mas apenas um leito sendo usado para a doença, na Santa Casa a família também não conseguiu vaga, o que era essencial para que ele tivesse chances de sobreviver.

Desta maneira, a família conseguiu uma vaga na Uniccamp em Campinas, mas como a demora foi tanta, ele não teve tempo de receber o tratamento adequado e morreu no sábado (21).

Enquanto as nossas autoridade governamentais e sanitárias “brincam” de “fraudemia”, promovendo “lockdowns assassinos” e abusando de decretos ditatoriais em nome da falsa ciência sem comprovação nenhuma, aproveitando da ausência de licitações e promovendo desvios bilionários de dinheiro público, pessoas reais morrem no dia a dia por falta de atendimento médico mínimo, são milhares de brasileiros e pessoas no mundo inteiro vítimas de uma loucura imensurável, onde quem ganha são os defensores da “Democracia” travestidos e brincando de ditadores, em nome da “”ciência””, o Partido Comunista Chinês agradece.

Para quem quiser ler a matéria feita pela Gazeta Guaçuana, segue o link: Morre paciente que esperava por uma vaga de UTI – Gazeta Guaçuana (gazetaguacuana.com.br)

Mostrar mais

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. sinto muito pela vítima e seus familiares, mas a matéria nesse site foi muito mal feita cheia de viés politico, completamente tendenciosa.

  2. PURA OMISSÃO DE SOCORRO, EDTIVE SÁBADO NO TABAJARA COM PRESSÃO 22X14 NO PERÍODO DA TARDE ME INFORMARAM PARA IR AO UPA ESTAVA SOZINHO DE MOTO ENQUANTO MÉDICO RECEBIA IFOODS NA PORTA DO PRONTO SOCORRO E NENHUM PACIENTE COM COVID PALHAÇADA.

  3. O hospital municipal vai de mal a pior. E os funcionários ( que refletem a atual gestão ) são em grande parte incompetentes e mal educados. Eles se apoderaram do discurso do Covid para omitirem socorro deliberadamente.
    Todo paciente eles querem encaminhar para o Jdm Novo, onde vexatoriamente não existe um simples Raio-X. Aí volta o paciente para fazer um raio-X borrado no H.M.
    Tabajara Ramos é um hospital sujo, mal equipado, mal ventilado e sem pessoas capazes de fazer a diferença.
    Mas o povo guacuano continua votando mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.