Esportes

Mandi perde para a Ponte Preta nas categorias Sub15 e no Sub17

Campeonato Paulista

Pela primeira vez, o Atlético Guaçuano sofreu um duplo revés pelo Campeonato Paulista Sub15 e Sub17. Na manhã deste sábado (30), o Mandi perdeu para a Ponte Preta nas duas categorias: 2 a 0 no Sub15 e 1 a 0 no Sub17. Os jogos aconteceram no Estádio Coronel Francisco Vieira, em Itapira.

Buscando afirmação no campeonato, o time Sub15 não conseguiu repetir a boa atuação da rodada passada, quando venceu o Red Bull Bragantino por 3 a 1. A Ponte abriu o placar aos 26 minutos de jogo. Após cruzamento da direita, o zagueiro Lucas cabeceou no canto para fazer 1 a 0 para a Macaca.
Na etapa final, o Mandi tentou equilibrar as ações, mas viu a Ponte fazer o segundo com Riquelme, aos 15 minutos, também de cabeça. A derrota derrubou a equipe para a quarta colocação no Grupo 6. O técnico Todynho destacou a melhor condição técnica da Ponte Preta para definir o resultado. “Agora é levantar a cabeça, trabalhar durante a semana para que a gente possa buscar os três pontos na próxima rodada”, apontou.

SUB17
Com mudanças na equipe titular, o Sub17 do Mandi foi agressivo logo no princípio do jogo. Teve iniciativa e foi intenso na marcação. A Ponte Preta reagiu e marcou com Nicolas, aos 15 minutos, após receber passe vindo do fundo. A alvinegra campineira manteve o domínio das ações até o final da primeira etapa.

No segundo tempo, o jogo mudou de figura, O Mandi teve mais atitude, foi mais competitivo e neutralizou os contra-ataques pontepretanos. O adversário, em muitos momentos, conseguia parar os atacantes guaçuanos na base da falta.

Numa dessas faltas, o grito de gol parou na trave. O zagueiro Artur bateu falta, a bola tocou no goleiro Vitor e, em seguida, acertou o poste. O volante André também teve ótima chance, mas parou no goleiro Vitor.

No finalzinho, o goleiro Felipe cometeu pênalti em Pedro, mas se redimiu defendendo a cobrança de Tiago. O Mandi seguiu pressionando, mas não conseguiu evitar a derrota. Com o resultado, a equipe caiu para o terceiro lugar do Grupo 6.

“Por detalhes, não empatamos. No primeiro tempo, a Ponte teve mais posse de bola. No segundo, melhoramos o jogo, fomos competitivos e criamos. Fomos melhor”, apontou o técnico Ernandes Carrocieri.

Na próxima rodada, marcada para sábado (7), o Mandi recebe o Brasilis no Estádio do Centro Esportivo Carlos Nelson Bueno, o Furno.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.