Geral

Vigilância Epidemiológica intensifica ações de combate à dengue

A Vigilância Epidemiológica (VE) tem realizado frequentemente uma série de ações visando o combate à dengue. Diante do número 1.667 casos registrados da doença até o momento em Mogi Guaçu, as ações têm como objetivo diminuir os potenciais criadouros e a infestação do mosquito Aedes aegypti.

Nesta semana, equipes de agentes de combate à dengue realizaram nebulização costal no Jardim Ypê, na Zona Norte, bairro que registra o maior número de ocorrências em Mogi Guaçu, com 412 casos confirmados até o momento. Na próxima semana, o trabalho continua na mesma área nos bairros do Jardim São José e Ypê Pinheiro. Ainda dentro desta região, outro bairro com registro alto da doença é o Jardim Novo I, com 110 casos

Segundo dados da VE, a Zona Leste também apresenta números nos bairros do Jardim Zaniboni I (161 casos), Jardim Fantinato II (109 casos) e Jardim Chaparral (92 casos). Na sequência, está a região central com 107 casos confirmados.

A bióloga da VE, Cristiana Monteiro Ferraz, contou que durante o ano todo, os agentes de combate à dengue fazem o trabalho de orientação e eliminação mosquito transmissor não apenas da dengue, mas também de outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti como a chikungunya e zika. “Além das vistorias em imóveis, realizamos monitoramento em pontos estratégicos que apresentam o maior de casos confirmados, como por exemplo, a região da Zona Norte de Mogi Guaçu”, comentou.

“A prevenção ainda é a melhor forma de combater a proliferação do mosquito na cidade. Ações simples do nosso dia a dia evitam a infestação do Aedes aegypti. A Vigilância Epidemiológica está empenhada nesta parte e esperamos que a população colabore fazendo a sua”, disse.

Dengue

A primeira manifestação da dengue é a febre alta que permanece por vários dias, associada à dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo, nas articulações e no fundo dos olhos. Manchas pelo corpo estão presentes em 50% dos casos podendo atingir face, tronco, braços e pernas. Perda de apetite, náuseas e vômitos também podem ser indicações de sintomas da doença.

Quem apresentar os sintomas deve procurar atendimento em uma unidade de saúde mais próxima da residência. A condução oportuna dos casos suspeitos permite evitar o agravamento do quadro e inclusive a evolução para óbito.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.