Geral

Vice-prefeito e secretários visitam sede do Centro de Referência do Autismo de Jaguariúna 

Uma comissão liderada pelo vice-prefeito Major Marcos Tuckumantel foi até Jaguariúna nesta terça-feira, dia 18 de outubro, para conhecer as dependências do Centro de Referência do Autismo (CAJ). Wilson Mellilo, proprietário do local, recepcionou a comissão juntamente com sua equipe. A visita foi agendada no mês passado, quando os profissionais do CAJ estiveram no gabinete do prefeito Rodrigo Falsetti para falar sobre o projeto e possíveis parcerias.  

Além de conhecer o espaço, o objetivo da visita foi buscar informações sobre os serviços e trabalhos conjuntos que possam ajudar o município a oferecer um acompanhamento mais especializado às pessoas diagnosticadas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), que possa contribuir para o desenvolvimento social, cognitivo e emocional da criança autista – uma meta estabelecida no plano de governo do atual prefeito.  

“O prefeito pediu para que viéssemos até Jaguariúna para conhecermos as dependências deles e o trabalho que realizam com muito sucesso aqui e em outras cidades da região. Nós já realizamos um trabalho com a Secretaria Municipal de Educação e queremos ampliar essa assistência numa união com a Secretaria Municipal de Saúde, para que possamos aprimorar e oferecer um atendimento de qualidade para esse público”, comentou o vice-prefeito.  

Em Jaguariúna, a comissão guaçuana conheceu as dependências do prédio do CAJ, que foi inaugurado em agosto de 2020, na sede do Centro de Equoterapia de Jaguariúna. Com 10 salas de atendimento, o local possui equipe multidisciplinar e estrutura para o atendimento ao TEA. “Hoje atendemos mais de 100 crianças nas áreas de psiquiatria, psicologia, fonoaudiologia, psicopedagogia, pedagogia e terapia ocupacional”, explicou Wilson Mellilo. 

Os secretários de Saúde, Gildo Martinho de Araújo; de Educação, Paulo Paliari; e de Comunicação, Ariel Cahen, acompanharam a visita juntamente com servidores das pastas e do médico Guilherme Barbosa. A pedido do prefeito, a comissão está realizando estudos, a fim de ampliar o atendimento de crianças com TEA para que elas sejam diagnosticadas e apoiadas dentro do próprio município. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Nenhum número escolhido ainda
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.