.
CidadeGeral

Mogi Guaçu registra o maior saldo de empregos gerados em 2019 em toda a região

Os números apresentados estão dentro do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)

Mogi Guaçu foi o município da região com o melhor desempenho no saldo de empregos formais gerados em 2019, segundo o balanço divulgado no início da tarde de sexta-feira, 24, pelo Ministério da Economia.

O saldo foi de 1.204 empregos com carteira assinada em 2019, sendo o melhor desempenho da cidade na linha histórica a partir de 2011, quando implodiu a crise econômica que levou o país a uma recessão, à fuga de investidores e, consequentemente, ao desemprego.

Os números apresentados estão dentro do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que mostram que o saldo, isto é, o resultado de número de vagas criadas ante o número de desempregados, chegou a um patamar que não se via há quase 10 anos.

Só para se ter ideia, o saldo de 1.204 empregos difere – e muito – do saldo negativo de 597 vagas em 2018. Em 2019 foram geradas 19.331 vagas de emprego, segundo o balanço disponível para consulta pública no Caged.

E para entender como Mogi Guaçu alcançou este resultado, basta notar que o setor de serviços gerou saldo positivo de 708 vagas, seguido pela agropecuária, com saldo de 269. Juntos, comércio e indústria registraram saldo de 271 empregos.

Para também compreender o significado deste saldo de 1.204 vagas, Mogi Guaçu conseguiu resultado três vezes superior em relação a outros dois municípios da Baixa Mogiana: Itapira teve saldo de 465 e Mogi Mirim, 444.

Desempenho foi negativo em algumas cidades. São João da Boa Vista registrou saldo de -188. Espírito Santo do Pinhal teve -249. E Jaguariúna, -62. Conchal ficou com resultado positivo de 268 empregos em 2019.

O prefeito Walter Caveanha reconhece que muitas atividades contribuíram para esse resultado extraordinário para a cidade.

“Mogi Guaçu tem sido muito visada por investidores, de empresários locais e grandes grupos e marcas que vem atraídas por incentivos, por abundância em água tratada, esgoto tratado, malha viária, grandes avenidas, estrutura hoteleira, serviços, mão de obra e por pessoas de todas as partes que veem Mogi Guaçu como uma cidade vocacionada para o desenvolvimento”, avaliou o prefeito Walter Caveanha.

RESULTADO DO EMPREGO – 2019

Município Saldo em 2019
MOGI GUAÇU 1.204
Itapira 465
Mogi Mirim 444
Conchal 258
S. João Boa Vista -188
Espírito S. Pinhal -249

NO BRASIL

No recorte geográfico, as cinco regiões fecharam o ano com saldo positivo. O melhor resultado absoluto foi o da Região Sudeste, com a criação de 318,2 mil vagas. Na Região Sul, houve abertura de 143,2 mil postos; no Nordeste, 76,5 mil; no Centro-Oeste, 73,4 mil; e no Norte, 32,5 mil.

Considerando a variação relativa do estoque de empregos, as regiões com melhores desempenhos foram Centro-Oeste, que cresceu 2,30%; Sul (2,01%); Norte (1,82%); Sudeste (1,59%) e Nordeste (1,21%).

Em 2019, o saldo foi positivo para todas as unidades da federação, com destaque para São Paulo, com a geração de 184,1 mil novos postos, Minas Gerais, com 97,7 mil, e Santa Catarina, com 71,4 mil.

De acordo com o Caged, também houve aumento real nos salários. No ano, o salário médio de admissão foi de R$ 1.626,06 e o salário médio de desligamento, de R$ 1.791,97. Em termos reais (considerado o deflacionamento pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor, o INPC), registrou-se crescimento de 0,63% para o salário médio de admissão e de 0,7% para o salário de desligamento, na comparação com novembro do ano passado. (Informações da Agência Brasil)

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios