Cultura

Biblioteca Municipal reabre portas para atendimento ao público

O hall de entrada do Centro Cultural também estará aberto para visitações de exposições artísticas

A Biblioteca Municipal João XXIII reabrirá as portas para atendimento presencial à população nesta quarta-feira, dia 11 de maio, a partir das 8h. A instituição fica no Centro Cultural, localizado na Avenida dos Trabalhadores, 2.651, no Jardim Camargo.

Após 70 dias com atendimento suspenso devido às restrições impostas pelo Governo Estadual no combate à pandemia da Covid-19, a Biblioteca Municipal, que conta com um acervo de 40 mil exemplares que abrangem diversos segmentos literários, incluindo obras nacionais e internacionais, retomará os trabalhos de empréstimos e devoluções de livros e, da mesma forma, permitirá a realização de estudos e pesquisas no local. O funcionamento do espaço público será das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira.

“Respeitando todos os protocolos de higiene e distanciamento social, os serviços internos, como ajustes do acervo e catalogação de materiais estavam ocorrendo normalmente no local”, conta o secretário municipal de Cultura, André Sastri. “O trabalho nunca parou e, por isso, temos condições de reabrirmos as portas nesse momento”.

Para emprestar livros da Biblioteca Municipal, o cidadão que já é sócio deve apresentar a carteirinha de usuário, podendo escolher até dois volumes e levar para casa por 15 dias. Caso queira continuar com uma das obras, o prazo pode ser prorrogado pelo mesmo período.

Para quem ainda não é sócio e deseja ser, basta comparecer na sede e apresentar RG ou CPF e comprovante de endereço. Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsável.

Mais informações estão disponíveis pelo telefone (19) 3811-8670. Este número também é utilizado como WhatsApp e, por meio dele, os munícipes podem consultar sobre todo acervo literário da Biblioteca Municipal.

Exposições

Juntamente com a reabertura da Biblioteca Municipal João XXIII, terá início ainda um período de exposições artísticas que estarão abertas à visitação no hall de entrada do Centro Cultural entre os meses de maio, junho e julho, com trocas temáticas, respeitando 25% da capacidade de público e seguindo todos os protocolos de cuidado e prevenção no combate à Covid-19.

Segundo o titular da pasta, a proposta principal “é abordar temas variados, buscando desenvolver um olhar crítico e sensível, além do desenvolvimento do gosto pela arte, explorando as possibilidades de expressão e interpretação da diversidade cultural como uma forma de ver, viver e conviver com a arte”.

A primeira delas, será das professoras de artes visuais da Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA), com temática sobre a Amazônia e, por isso, 15 espécies de mudas de árvores nativas da região cedidas pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA) estarão expostas para apreciação dos visitantes.

Também haverá distribuição de mudas para o plantio. Os interessados receberão um vale-muda, que deverão apresentar na SAAMA para retirada da espécie.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.