Cidade

Prefeitura intensifica ações de combate á dengue após aumento de casos em 2019

O Município de Mogi Guaçu registra 237 casos positivos de dengue desde 1º de janeiro deste ano, segundo o novo relatório semanal emitido nesta quinta-feira, dia 14, pela Vigilância Epidemiológica.

O número atesta um aumento de 90 casos confirmados em relação ao relatório anterior, que anotava 147. O número de notificações também aumentou, de 488 para 647. Deste total, 65 ainda aguardam o resultado dos exames. O restante deu negativo.

A Equipe de Controle de Endemias da Vigilância Epidemiológica intensificou as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti através de nebulização veicular de inseticida no Jardim Zaniboni I, II e II, Jardim Novo II e bairros adjacentes.

A nebulização veicular começou nesta quinta-feira e se repete por mais duas noites consecutivas, das 18h às 22h, exceto se chover. De manhã e à tarde são realizadas operações de bloqueio e nebulização com equipamento costal.

São cinco equipes de empresa contratada pela Secretaria de Saúde trabalhando com nebulizador costal, mas nos próximos dias esse número deve chegar a 14 equipes para ampliar as áreas de cobertura.

A nebulização é eficaz apenas contra o Aedes aegypti em sua forma alada. Para evitar larvas, a única solução é eliminar possíveis criadouros, o que vem sendo feito por agentes de saúde em domicílio.

A Secretaria de Saúde deflagrou a Campanha de Prevenção à Dengue no dia 1º de fevereiro ao constatar a tendência de aumento de casos positivos de dengue quando janeiro terminou com 17 confirmações, ante 14 do ano passado inteiro.

O principal objetivo da campanha é evitar que se repita a epidemia de 2015, quando Mogi Guaçu registrou mais de 15 mil casos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios