Geral

Mogi Guaçu fecha mês de maio com melhor saldo de emprego da microrregião

Dados do Sistema de Estatísticas Mensais do Emprego Formal, do Ministério do Trabalho, revelam que Mogi Guaçu fechou o quinto mês do ano com o maior saldo positivo de empregos da microrregião.

A cidade registrou ao longo de maio 2.978 admissões e 1.824 desligamentos, com saldo positivo de 1.154 postos de trabalho – número quase cinco vezes maior que Itapira, por exemplo, no azul com 252 postos. No mesmo período, Mogi Mirim obteve saldo positivo de 6 empregos gerados; Espírito Santo do Pinhal, 133; Araras, 270; Estiva Gerbi, 4; e Conchal 31.

Em 2022, o saldo guaçuano também é positivo. São 10.718 empregos gerados na cidade ante 9.781 desligamentos, com saldo positivo de 937 novas contratações. Em números absolutos, entre os municípios citados, Mogi Guaçu perde apenas para Araras, que gerou 1.040 empregos de janeiro a maio desse ano.

“Temos registrado, desde o ano passado, saldos importantes no que diz respeito a geração de emprego”, avalia o prefeito Rodrigo Falsetti. “São novas empresas abrindo, contratando e voltando a acreditar no potencial que sabemos que Mogi Guaçu tem para a produtividade e o desenvolvimento”.

Das contratações observadas em maio, 148 foram intermediadas pelo Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Mogi Guaçu, que faz a ponte entre a mão de obra em busca de oportunidades e as vagas disponibilizadas pelo comércio e a indústria. Foram 496 inserções no mercado de trabalho, pelo PAT, em 2022.

Andreia Andreazi, coordenadora do posto, ressalta a importância desse serviço. “Promovemos no PAT o encontro do trabalhador com os postos de trabalho disponíveis. É uma assistência que está disponível para todos os interessados, sem custos, e que contribui muito para transformar a rotina de famílias e fortalecer o emprego na cidade”, avalia.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.