Educação

Educação promove workshop sobre merenda escolar

Essa é uma ação que qualificará o que será colocado na mesa das crianças e dos adolescentes

Nesta quarta-feira, 2 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Educação iniciou o Workshop – Valorização e Atualização Profissional –, direcionado para diretores e merendeiras das escolas municipais do município. O encontro, que aconteceu no Teatro Tupec, no Centro Cultural, tem ainda mais dois dias de seminários na quinta-feira, 3, e sexta-feira, 4.

Na manhã de hoje, das 8h30 às 11h30, participaram da oficina os 25 diretores das Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental), a diretora da Fundação Educacional Guaçuana (FEG), cinco gestores responsáveis de cada setor das 32 Emeis (Escolas Municipais de Ensino Infantil), 10 administradores de CEIs (Centros de Educação Infantil) e ainda três representantes de OSCs (Organizações da Sociedade Civil), que cuidam de 11 creches da cidade. Durante os dias 3 e 4 de fevereiro, das 13h30 às 16h, a oficina será destinada para 200 merendeiras, divididas em duas turmas de 100 funcionárias, que trabalham na rede municipal de ensino.

Para o secretário municipal de Educação, Paulo Paliari, essa é uma ação que qualificará o que será colocado na mesa das crianças e dos adolescentes. “Isso fará com que nossos alunos estejam nutridos também desses sentimentos. A alimentação é importante no aprendizado dos alunos e nós sabemos que muitos deles recebem a principal refeição do dia dentro das unidades escolares”, destacou.

A diretora do departamento da merenda escolar, Regiane Binatti, explicou que o objetivo do workshop é apresentar os itens da merenda escolar de 2022, na qual a prioridade é uma alimentação mais equilibrada e nutritiva para os alunos. “Capacitar os profissionais de forma a reavivar as práticas e conhecimento, principalmente, agora, com a retomada das aulas presenciais após quase um ano e meio sem aulas”, comentou.

Para garantir uma merenda de qualidade, com alimentação escolar saudável e balanceada, contribuindo para o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes por meio da oferta de cardápios elaborados, equipes de nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação seguem um cronograma de trabalho de acordo com os objetivos propostos pelo PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

“Na elaboração dos cardápios, é importante valorizar as necessidades nutricionais por faixa etária e período escolar (parcial e integral), os hábitos alimentares, os alimentos naturais, frescos e ricos em nutrientes”, disse a diretora.

Regiane Binatti contou que o serviço está sendo realizado em parceria com o Conselho de Alimentação Escolar, que ajudará na preparação dos cardápios e, principalmente, na avaliação e fiscalização in loco da confecção da merenda. “Após a implantação do cardápio, integrantes do Conselho irão realizar uma pesquisa de aceitabilidade da alimentação com os alunos do 1º ao 5º ano e, depois, com os estudantes do 6º ao 9º ano. Inicialmente, esta avalição será semestral”, mencionou.

A merenda escolar do munícipio atende 25 Emefs, 32 Emeis, 21 CEIs e, ainda, a FEG, a APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) e o Ceape (Centro de Apoio Pedagógico Especializado), totalizando 18.493 estudantes. Para atender esta demanda, serão investidos mais de R$ 22 milhões ao longo do ano.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.