CidadePolítica

Rodrigo Falsetti realiza ato simbólico de entrega da revitalização da Ponte de Ferro

A próxima ponte a receber as melhorias é a ponte de ferro usada só para pedestres no Centro

O prefeito Rodrigo Falsetti esteve nesta sexta-feira à noite, dia 30 de julho, na Ponte de Ferro da Avenida dos Trabalhadores para um registro simbólico de entrega da revitalização da pintura do monumento. Denominada Oscar Chiarelli, a ponte férrea sobre o rio Mogi Guaçu é um dos mais concorridos e tradicionais cartões-postais da cidade.

Todo o serviço realizado no local foi feito ao longo das últimas semanas com apoio da iniciativa privada, sem custos ao município. A tinta foi doada pela fabricante Brasilux e a mão de obra oferecida pela Guaçu Tintas, que executou a pintura de cor vermelha em toda a estrutura da ponte. As Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, de Obras e Mobilidade e de Serviços Municipais, por sua vez, contribuíram com trabalhos de zeladoria que incluíram a pintura da passarela de pedestres, reparos no calçamento de pedras portuguesas e plantio de mudas de moreias. A rotatória de acesso, no sentido bairro-centro, também passou por manutenção.

Representantes das empresas, vereadores, o vice-prefeito Major Marcos Tuckumantel e secretários municipais também participaram do ato. Para o prefeito, a parceria entre poder público e o setor privado é fundamental para que a cidade avance mais rápido em melhorias necessárias nas mais diversas áreas.

“É uma interação importante, que nos ajuda a fazer mais com menos. Sou grato às empresas que acreditaram em nossa administração e colaboraram para tornar esse projeto uma realidade. A ponte, que é motivo de orgulho para todo guaçuano, está ainda mais linda”, disse.

Nova iluminação, mais clara e forte, também foi instalada no monumento. De acordo com Rodrigo, ela irá garantir mais proteção a motoristas, ciclistas e pedestres que trafegam pelo local no período da noite.

História
A Ponte de Ferro da Avenida dos Trabalhadores foi construída pela Companhia Mogiana de Estradas de Ferro no segundo semestre de 1904. A montagem da estrutura foi efetuada com peças importadas da Alemanha, rebitadas, e durou de setembro a novembro daquele ano.

“São materiais fabricados em Dortmund, na Alemanha. Entretanto, foram técnicos ingleses que efetuaram a montagem”, conta o historiador Augusto César Bueno Legaspe.

Segundo ele, a construção da Ponte de Ferro foi um fato significativo para Mogi Guaçu, considerando a importância do transporte ferroviário na época. “E até hoje a nossa velha e querida ponte ainda está lá, prestando os seus serviços agora como ponte rodoviária”.

Ponte de Pedestres
Durante a entrega da revitalização, as empresas Brasilux e Guaçu Tintas assumiram novo compromisso com os esforços de preservação do patrimônio histórico de Mogi Guaçu: a doação de insumos e mão de obra para nova pintura da ponte de pedestres, com estrutura menor, mas similar à Ponte de Ferro Oscar Chiarelli.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.