Política

Prefeito assina ordem de serviço que autoriza início da construção de avenida para implantação do corredor de ônibus

A obra será executada pela construtora JSA, vencedora da licitação, ao custo de R$ 5.920.311,15, com economia de R$ 1,2 milhão em relação ao valor estimado para abertura do processo licitatório. O prazo para conclusão é de seis meses.

Em ato público realizado no sábado, dia 3, no Jardim Ypê Pinheiro, o prefeito Walter Caveanha e o secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli Neto, assinaram Ordem de Serviço para início da construção da Avenida Alíbio Caveanha, ponto de partida do Corredor de Ônibus.

A obra será executada pela construtora JSA, vencedora da licitação, ao custo de R$ 5.920.311,15, com economia de R$ 1,2 milhão em relação ao valor estimado para abertura do processo licitatório. O prazo para conclusão é de seis meses.

A Ordem de Serviço foi subscrita pelos diretores da JSA, João Paulo Carmona e Ademir Carmona. A empresa é a mesma que executou as obras de pavimentação do prolongamento da Rua Amélia Armani de Oliveira, em frente ao Dia do Idoso, no Jardim América.

O prefeito Walter Caveanha apresentou uma explanação da obra da Avenida Alíbio Caveanha enfatizando que o projeto atende compromisso do Município com o Governo Federal em infraestruturas e equipamentos de acessibilidade e mobilidade urbana como prioridades.

A obra autorizada no sábado consiste da segunda etapa do projeto de implantação de um corredor de ônibus e se estende do Residencial Ypê Amarelo até a Rodovia SP 342 (Mogi Guaçu – Espírito Santo do Pinhal), entre o Jardim Ypê I e o Jardim São José, na zona Norte.

Nessa etapa, a nova avenida terá três quilômetros de extensão, com pistas duplas, dispositivos de mobilidade e acessibilidade, ciclofaixa e o primeiro trecho do corredor de ônibus – que, em sua totalidade, é planejado até a divisa com Mogi Mirim em etapas sucessivas.

O investimento de quase R$ 6 milhões será custeado com recursos próprios do Município, provenientes da receita da venda de terrenos da Prefeitura no Ypê Amarelo e no Jardim Santa Terezinha II. Esses recursos destinam-se a obras de infraestrutura e não podem ter outra finalidade.

A que seria a primeira etapa do projeto ainda não foi licitada e compreende a parte que se estende do final da Avenida dos Trabalhadores, próximo ao Cemitério Jardim Santo Antonio, englobando as duas faixas da Avenida Clara Lanzi, até a SP 342.

O ato de assinatura da Ordem de Serviço que autoriza o início das obras contou com a participação do vice-prefeito Daniel Rossi, que destacou a importância social do projeto, e dos vereadores Jeferson Luís da Silva e Luciano Firmino Vieria, além de outros secretários e convidados.

A nova avenida recebe o nome de Alíbio Caveanha, pai de Walter Caveanha, por iniciativa do então vereador Ivens Chiarelli, que apresentou a propositura na legislatura de 2013 a 2016, pelo que o prefeito agradeceu ao discorrer sobre o projeto no sábado.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios