.
Polícia

Polícia Civil de São Paulo prende casal no Guaçu com 42 tijolos de maconha

Casal foi detido no Jardim Zaniboni com grande quantidade de entorpecente que estava sendo armazenada para grande esquema de tráfico

Investigadores da Polícia Civil da capital estiveram na região e acabaram por prender um casal e grande quantidade de maconha. A ação é resultado de uma investigação sobre o tráfico de drogas nas comunidades de Paraisópolis e Jardim Colombo, da capital. 

Alessandro Peroto Martins, 40 anos, e Lilia Helena Vicente, 24 anos, foram presos com 42 tijolos de maconha, que pesaram mais de 45 quilos

Há algum tempo os investigadores checavam informações sobre a distribuição de drogas que vinham acontecendo nas comunidades.

Através de uma informação privilegiada de um morador de Paraisópolis, as drogas não ficavam mais armazenadas nas comunidades e sim no interior paulista. O informante relatou ainda que na sexta-feira, 29, havia sido negociado o transporte de uma certa quantidade que estaria na cidade de Campinas, na Rua Anselmo Pesini.

Porém, quando os policiais foram identificar a localidade, constataram na verdade que o endereço delatado era a cidade de Mogi Guaçu.

Após todas as providencias legais, os policiais de São Paulo seguiram até Mogi Guaçu. No Jardim Zaniboni, entraram no endereço fornecido pelo informante e ao se aproximarem, avistaram três pessoas, dois homens e uma mulher, em frente à casa.

Um dos suspeitos, ao ver a viatura, empreendeu fuga, um homem e uma mulher se afastaram de frente da casa, mas foram abordados.

Na frente da moradia havia um veículo Citroën C3, a qual as chaves foram encontradas em poder de Alessandro . Ao revistarem o porta malas do carro, os policiais encontraram 10 tijolos de maconha. Ao entrarem na moradia, no quintal, mais 32 tijolos da droga.

Ao serem indagados, os dois disseram que estavam no local a procura de uma pessoa, porém, não informaram de quem se tratava. Pelas atitudes dos suspeitos, os policiais acreditavam que os mesmos estariam carregando e descarregando a maconha no local.

O homem, ex-presidiário, que já possui passagens pela polícia pelos crimes de tráfico, roubo e associação criminosa, ao perceber que seria preso, ficou agressivo, chegando a se debater na viatura e ofender aos policiais.

Já a mulher, ao ser indagada sobre quem seria o elemento que fugiu, ela somente relatou que se trata de um ex-namorado, mas sem fornecer quaisquer outros dados que viessem a identificá-lo.

O casal foi levado para o distrito de 89º Distrito Policial do Portal Morumbi, onde foram autuados em flagrante. Fonte: Portal da Cidade de Mogi Mirim

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios