.
SaúdeSem categoria

Neuralgia do trigêmeo: conheça a doença facial que atinge 150 mil de brasileiros por ano

Saúde

O neurocirurgião Gleidson Campos Rodrigues, do Hospital São Francisco de Mogi Guaçu, realizou no dia 24 de março, em uma paciente idosa, a cirurgia de neuralgia do trigêmeo, um procedimento pouco conhecido do público. Neuralgia, ou nevralgia, do trigêmeo é uma dor muito forte em um lado da face que dura segundos e volta com mais intensidade em um intervalo variável. Neuralgia do trigêmio é considerada a dor mais violenta entre as dores crônicas.

Devido ao procedimento ter sido minimamente invasivo, realizado com anestesia local e alta hospitalar após 4h, sem restrição as tarefas cotidianas. Sua operação foi realizada nesta época, em que as temperaturas ainda estão mais amenas, pois em épocas mais frias, como outono e inverno, as dores costumam ser mais frequentes e fortes.

Os pacientes que foram diagnosticados com essa patologia relatam que a dor é muito intensa, similar a um choque. Normalmente, é desencadeada por algum estímulo externo, como contatos físicos, mastigação, ao escovar os dentes e outros, muitos pacientes procuram dentistas por pensar ser uma dor de dente. É considerada rara, porém cerca de 150 mil pessoas sofrem anualmente com o problema no Brasil.

Nos pacientes jovens é que a causa pode estar relacionada mais comumente a doenças vasculares e tumores. Nos idosos é mais comum a disfunção simples do nervo sem causa aparente. O médico, então, investiga a raiz do desconforto: pode ser sintoma de outras patologias, como tumores e doenças vasculares. Embora seja raro, há a possibilidade ainda da dor ser causada por um tumor ou lesão cerebral.

Nem todo caso requer cirurgia: em algumas situações, o tratamento é funcional e foca em reverter as dores. Para isso, utiliza-se de medicamentos. Apenas quando os remédios não fazem efeito, ou quando trazem efeitos colaterais não suportados pelo paciente, algum tipo de intervenção cirúrgica é realizada e há inúmeras técnicas cirúrgicas para controle da dor. “Mesmo com a cirurgia, depois de cinco anos, há possibilidade de retorno da dor. Porém, nesses casos, nada impede que se realize novamente a cirurgia”, afirma o Dr. Gleidson Rodrigues. Caso surjam os sintomas da neuralgia do trigêmeo, é importante procurar um neurologista.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios