Polícia

Mesmo com medida protetiva, mulher é agredida e esfaqueada pelo ex

O crime aconteceu no Jardim Guaçu-Mirim

Uma tentativa de feminicídio na noite de quarta-feira (27), acabou com um homem preso e uma mulher ferida gravemente, internada da Santa Casa de Mogi Guaçu. Segundo o BO (Boletim de Ocorrência), por volta das 19h00, chegou uma denúncia à CPJ (Central de Polícia Judiciária) sobre um caso de agressão à faca contra uma mulher.

O crime aconteceu no bairro Guaçu-Mirim, Zona Sul da cidade. Pouco depois, um homem identificado com Benvindo Pereira de Souza Junior, 33, operário, se apresentou à CPJ, afirmando que havia agredido a esposa com uma facada.

A Polícia foi até o endereço para tentar ouvir a esposa de Benvindo, de apenas 23 anos, mas ela já havia sido socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até a Santa Casa. A jovem sofreu um ferimento causado por uma facada, nas costelas.

Segundo informações da irmã dela, dadas com exclusividade ao Portal da Cidade, a facada chegou a perfurar um dos pulmões da jovem, que passou por uma cirurgia para drenar o sangue no pulmão. Ela já se recuperando da operação e passa bem, não sendo preciso interná-la na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Em seu depoimento à polícia, o marido disse que a esposa o estaria traindo, além de passar a ofendê-lo, chamando-o de “corno” e “chifrudo”. A irmã da vítima nega essa versão. Disse que o cunhado era agressivo e que na terça-feira (26) já teria tentado matar a irmã.

Ela disse também que na noite do crime, o cunhado descumpriu uma medida protetiva, que o obrigava a permanecer afastado da esposa. “Eles estavam separados há 4 meses. Nem pensão para o filho ele estava pagando”, desabafou a irmã. Diante de todos esses fatos, o delegado Erivan Vera Cruz deu voz de prisão ao indiciado, que foi detido em flagrante.

Benvindo vai responder por lesão corporal, descumprimento de medida protetiva e ameaça. Além disso, ele foi encaminhado à UDTE (Unidade de Detenção, Triagem e Encaminhamento) de Itapira, onde ficará à disposição da Justiça.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios