.
CidadeGeralPolítica

Árvores serão arrancadas para novo espaço da feira livre no Parque Cidade Nova

Na presença do Vice Daniel Rossi, o Prefeito Walter Caveanha assinou mais um empréstimo bancário para realizar as obras

O Prefeito de Mogi Guaçu Walter Caveanha (PTB) ao lado do seu Vice Daniel Rossi (PL) assinou nesta terça-feira (16) o contrato com o Banco do Brasil de mais um empréstimo no valor de R$ 5 milhões, obras antienchentes e recapes serão realizadas com este dinheiro.

Outra obra que será realizada com parte deste dinheiro emprestado será a construção de um novo espaço para a feira livre do Parque Cidade Nova, local conhecido como Campo da Brahma que fica na Avenida Júlio Xavier da Silva.

O projeto já foi divulgado em 2019, mesmo contrariando parte dos feirantes, o Prefeito deu sequência à ideia. Pela foto do projeto, percebe-se que dezenas de árvores que hoje ocupam o espaço que é usado como lazer serão dizimadas ou arrancadas para dar espaço ao concreto e cimento. Confira nas fotos abaixo:

Como é hoje:

Como deve ficar após as obras:

O fato é que, cerca de R$ 1 milhão, dinheiro este de empréstimo que será pago com juros bancários a longo prazo, e mais, uma obra não requisitada pelo povo guaçuano vai gerar muitos protestos e reclamações devido a eliminação de dezenas ou centenas de árvores.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

13 Comentários

  1. Chega de palhaçada mais uma vez cortar árvores sem necessidade até quando vão continuar anda na idade da pedra olha o tamanho da praça tem espaço de sobra nas avenidas responsável por essas reformas na cidade é um incopetente

  2. Eles não tem o direito de continuar desmatando o nosso planeta, já tiraram todas as árvores para fazer a avenida para o ônibus, sem necessidade porque não investe esse dinheiro na saúde que está precisando muito agora, no lugar de ficar gastando dinheiro com coisas sem necessidade e ainda destruindo o meio ambiente que precisamos para sobreviver

  3. A feira de Aguaí e de São João da Boa Vista é coberta isso que a cidade são menores que Mogi Guaçu e aqui vai ser ao ar livre! Merecemos uma feira coberta também.

  4. Caro prefeito pegue esta merda de 5 milhões e vai recapear a merda dos buracos da cidade inteira, ao envés de derrubar árvores que são utilizadas para lazer de muitas pessoas para não ficar no sol.

  5. Pega esse dinheiro e faz o recapeamento da cidade inteira ao envés de fica derrubando árvores, demorou para reformarem lá, e quando isso acontece vai destruir tudo

  6. infelizmente mais uma afronta ao povo guaçuano, já não bastasse a palhaçada do corredor de ônibus, agora mais esse absurdo.
    vamos nos unir povo guaçuano ainda da tempo de impedir mais essa barbaridade que vai contra a vontade do povo, e tbm dos feirantes que ali trabalham.

  7. O CORREDOR DE ONIBUS QUE ESTA SENDO CONSTRUIDA TANTO NA VILA LEILA QUANTO PERTO DA LANZI NA REGIAO DOS IPES SERIA UM OTIMO LUGAR PARA FAZER A FEIRA DE DOMINGO NAO FICAR DESMATANDO UMAS DAS UNICAS AREA DE LAZER Q TEMOS

  8. Que tristeza! Vocês não tem noção do que estão fazendo, por puro capricho e ambição.
    Um dos lugares mais gostosos, um espaço de lazer que temos, vocês vão acabar com isso? Pra colocar uma feira ? Lamentável.
    Realmente nota zero!

  9. Por que não faz a feira no ginasio do furno ….é um local bem amplo da para distribuir todas as barracas com tranquilidade e na quadra coberta pode se fazer a feira de artesanatos e na parte externa ao lado da avenida que desce para o Igaçaba pode preparar o terreno para o estacionamento que pode ser administrado por uma entidade como por exemplo APAE ….é um espaço que não é usado para nada e que pode ser usado para a feira de domingo e tbm com exposições de carros antigos e exposições em geral para o comércio…..TUDO ISSO SEM CORTAR NENHUMA ÁRVORE

  10. Pra pensar:
    1 – Área destinada para lazer? Só se considerarmos consumo de álcool, drogas, som alto por jovens e adolescentes como lazer.
    2 – Arvores dizimadas? A grande maioria das árvores do local encontram-se ao redor da área e o projeto é utilizar o centro. Mesmo assim, acredito que é possível uma remoção de algumas e replantio em outra localidade.
    3 – Já se perguntaram qual a opinião dos moradores das ruas da feira? Há décadas eles devem sofrer com esse incômodo todos os domingos (já na madrugada). Tem até mesmo seu direito constitucional de ir e vir tolido em dias de feira. Imaginem se fosse na frente da casa de vocês (façam esse exercício mental).
    Pessoal, acredito que as árvores são realmente importantes para todos, mas também acho que está faltando uma boa dose de empatia com os moradores desta localidade da feira livre. Vamos cobrar os políticos quanto a termos um serviço eficiente e de qualidade, mas nunca esquecer os maiores interessados.

  11. O povo é muito amarrado em certos conceitos que as vezes atrapalha. Gostamos de novidades mas as vezes não aceitamos mudanças. Se o projeto for bem feito e executado só vai trazer conforto e facilidade para todos. Cabe ai a fiscalização dos vereadores do começo ao fim do projeto. E que corra tudo bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios