.
Polícia

Aposentado é assassinado a facadas na zona leste de Mogi Mirim

Atualização: autor do crime foi preso

O assassinato de um homem a facadas se tornou em um grande mistério para a polícia. O corpo foi encontrado em meio a uma área de mata próxima ao Túnel Mário Covas, divisa entre o Mirante e o Mogi Mirim II, zona Leste de Mogi Mirim. 

O crime foi descoberto na noite desta terça-feira, dia 23. O Instituto de Criminalística foi chamado para o local para realizar a perícia.

A vítima é Luiz Antônio Macedo (foto – arquivo familiar), de 76 anos.

A Polícia Civil de Mogi Mirim foi chamada por populares que avistaram o corpo na área da antiga estação de parada de trens, muito próximo à rua do Mirante. Havia um homem caído em meio à mata com diversos ferimentos.

O homem foi encontrado pelos policiais com inúmeros sinais de facada – ou de um objeto cortante.

De acordo com as primeiras informações coletadas, a vítima teria sido vista pela última vez por volta das 15h30 pelo local.

Macedo residia no Jardim Brasília e, segundo informações apuradas no local, tinha o hábito de fazer esse trajeto para ir a um comércio da zona Leste, por isso, acredita-se que a vítima tenha sido abordada em um assalto, culminando com o seu assassinato.

O caso está sendo apurado pela Polícia Civil.

Com informações www.portalcidadedemogimirim.com.br

Atualização quarta (24)

A Polícia Civil de Mogi Mirim prendeu na manhã desta quarta-feira, 24, Marcelo Galles da Silva, de 25 anos, apontado como o autor do assassinato do aposentado Luiz Antonio de Macedo de 76 anos, que foi morto com diversos golpes de objeto cortante na tarde de terça-feira, 23.

Marcelo foi localizado caminhando pelos policiais civis de Mogi Mirim próximo de sua casa e da residência da vítima, no Jardim Brasília, também próximo do local onde o corpo de Macedo foi localizado, já sem vida, na noite desta terça-feira, próximo ao túnel Mário Covas, na antiga parada de trens da zona Leste da cidade. 

As investigações começaram ainda na terça, com a coleta de informações de pessoas que costumavam a ver a vítima no bairro. O autor foi levado para a delegacia. Ele contou detalhes do crime cometido nesta terça-feira.

Marcelo, que estava armado com uma faca, teria avistado Macedo caminhando na região onde foi praticado o crime e que tinha intenção de roubar o celular. O suspeito correu em direção à vítima, que percebeu a ação e tentou esboçar reação. E que nesse interim, o aposentado foi atingido por um golpe de faca.

Marcelo declarou aos policiais civis não se lembrar de mais nada a partir de então. Exames preliminares do Instituto de Criminalística identificou 26 lesões causadas por objeto cortante, sendo cinco no peito, cinco no pescoço e 16 nas costas. Marcelo declarou que não tinha intenção de matar e alegou que estava sob forte efeito de drogas.

O celular da vítima não foi encontrado. Marcelo já foi preso por tráfico de drogas. Ele prestava serviço como pintor e teria, inclusive, trabalhado na casa da vítima, embora tenha afirmado para a Polícia Civil, no momento da abordagem, que não teria reconhecido Macedo.

Outra informação é que o próprio Marcelo teria dado informação a um policial civil que reside na região e que havia um homem ferido próximo do ramal férreo que corta a zona Leste de Mogi Mirim.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios